Metodologias ativas: motivação e aprendizado

Assim podemos resumir uma aula, na qual abordamos o Mix de Marketing. Além de discutirmos sobre os 4Ps e suas relações, os alunos desenhavam um MC – Mapa Conceitual, no qual estabeleciam conexões entre os subitens do mix. Após o desenho do MC em cartolina, e inserção de fotos no Face, os grupos tiveram a tarefa de rever as conexões e apresenta-las de modo visual, substituindo os verbos (conexões), por imagens representativas (tarefa para novas postagens e apresentações na próxim aaula). Dessa maneira, habilidades e conceitos são assimilados, efetivamente.

MARKETEAM

Criamos esse conceito, em nosso curso superior de Tecnólogos em Marketing, da Escola de Gestão e Direito da Universidade Metodista de São Paulo.

A ideia é que, na integração entre docentes e estudantes, possamos conviver sempre buscando propostas inovadoras e criativas, visando um preparo atualizado e a satisfação pessoal de todos os envolvidos.

Assim, o aproveitamento é maior e a motivação está sempre presente.

Um ÓTIMO resultado que demonstra estarmos no caminho certo, é o divulgado ontem (08/março/2017), pelo Inep/MEC, que foi o resultado do ENADE 2015.

Obtivemos nota 4 (de um máximo de 5).

Isso implica em um respeito maior ao egresso em nossos cursos, possibilitando às empresas uma melhor noção sobre a qualidade do nosso ensino e sobre como nossos alunos são preparados.

Estudo sério, formação divertida, gestores bem preparados e criativos.

GALERA QUE PARTICIPOU DESSA NOSSA CONQUISTA

ABNER HENRIQUE DE OLIVEIRA CANDIDO
AINA DA COSTA SANTOS
ALBERTO CASTILO MONTEIRO NETO
AMANDA DE ALMEIDA VALENTIM
AMANDA PEREIRA DA SILVA
AMANDA SANCHES PEREIRA
ANDRE ALDO PEDISIC FILHO
ANGELICA MATEUS ANTONIO
BARBARA MARQUES SANTOS
BRENDA ALVES DA SILVA
CAROLINA FERREIRA DOS SANTOS
CINTIA MIYUKI OKIDA
CLEIDE EVELIN PINTO
DANIEL DE LIMA XAVIER
DENIS FORTUNATO
DIEGO NOVAKOWSKI
FILIPE PEREIRA MARTINS
FLAVIA RODRIGUES DA SILVA
GABRIELA CASA DE OLIVEIRA
GABRIELA CASTRO DE OLIVEIRA
GABRIELA DE FARIA FRANCISCO
GRAZIELY TAMARA SANTANA LAGE
IRIS SOUZA DE MELO
JOAO PEDRO ALMEIDA FRANCA
LARISSA PALACIO
LEIRIANE DE OLIVEIRA DIAS
LUCAS DE SOUZA LUZZI
MAYARA PEREIRA GALVAO
MYHARA DUDA BENEDITO
NELITON MAURI SANTOS DE ARCANJO
PATRICIA COLEDAN TRAGHIA
PAULA CAMPOS ROCHA
RAFAEL MARTINIANO SIMOES
RAFAEL VICTOR DOS SANTOS FERREIRA
RICARDO CORREA RICCI
RICARDO FELICIO NETO
ROSANE MONTEIRO
SIMONE APARECIDA TAUBER LIZIDATTI
TAYNARA SANTOS SILVA
THAILON SAMUELSEN BRANDAO DO NASCIMENTO
THAINA CRISTIANE MARQUES
THAIS CRISTINE DOS SANTOS SOARES
THIAGO FERREIRA CAMILO
YURI LUCAS RIBEIROMARKETEAM

ENADE face

Dicas para transcrições de conteúdos

Com razoável frequência, temos a necessidade de analisar grandes volumes de conteúdos. Esses conteúdos podem estar em forma de vídeo, de áudio ou de textos. Outras vezes, temos o áudio, mas, precisamos transcrevê-los para que a análise seja facilitada a partir da categorização dos conteúdos. Aí, algumas alternativas podem ajudar-nos.

Vamos começar pela dica de um recurso gratuito, disponível pelo Google Chrome, o Speech. Com alguns poucos cliques aqui, ou ali, podemos avançar. Veja esse vídeo que nos ajuda nessa tarefa. Transcrição de áudio

A grande novidade é o Watson da IBM. Um revolucionário (esse conceito já parece ultrapassado, então vamos dizer… um diruptivo),  sistema de inteligência artificial. Se você não atua em uma área cujo fator preponderante seja a CRIATIVIDADE, cuide-se.

Conheça o Watson nesses dois vídeos

Vamos, que vamos (como diz o Prof. Tony)

Foi dada a largada: o semestre já começou, aliás, um mês (fevereiro), já passou. Na Universidade Metodista de São Paulo, optamos pela qualidade. Com nova reitoria, cabeças arejadas, muito motivados, vamos desenvolvendo novos conceitos e tendo a inovação como argumento de uma pedagogia centrada no ser humano: no Curso Superior de Tecnologia em Marketing, por exemplo, a tônica é a empatia, a percepção do outro (consumidor), enquanto um ser humano que – em todas as análises – podemos ser nós mesmos. O mundo não está bom. Pode e deve mudar. O jovem de hoje, é esse agente de mudanças. É o motor das mudanças. Tanto na sala de aula, como nos eventos desenvolvidos ‘por’ e ‘para’ esses alunos, temos a ATITUDE como pano de fundo das transformações. Metodologias ativas, que envolvem e levam o estudante a colocar a mão na massa.20170206_22575920170209_203017