Estado pujante

Nesse fim de semana, estivemos visitando a cidade de Ituverava. Sempre é recomendável, juntar o útil ao agradável. Pois, assim, foi.

Nosso grupo, composto por Super Amigos e amantes do vinho – entre outras afinidades – está sempre buscando uma motivação para estar junto, unido. Dessa vez, fomos conhecer mais uma joia paulista: a Vinícola Marchese Di Ivrea, propriedade do Dr. Luis Roberto Lorenzato. A vinícola, foca na produção de uva sangiovese, mas está iniciando testes com a nebiolo. O João, o enólogo local, providenciou todas as explicações sobre o terroir e a produção, dos vinhos, dos espumantes e da grapa.

Vinícola Marchese di Ivrea – Ituverava SP

Iniciamos com uma degustação de toda a linha produzida ali. Além dos petiscos clássicos (queijos, salames etc), uma deliciosa caponata, nos foi servida. Maravilhosa essa caponata. Posteriormente, naquele espaço maravilhoso e acolhedor, nos juntamos a outros visitantes, para apreciar uma bisteca fiorentina e um cordeiro, assados, tudo preparado pelo “49”, o cozinheiro da vinícola.

É de impressionar, a riqueza da região. Aquele mar de cana, que acompanha boa parte do trajeto que chega ao Km 410 da Via Anhanguera, faz a visão perder o referencial.

No caminho, após previamente contatar potenciais clientes de Ribeirão Preto e em Sertãozinho, pude confirmar esse grande potencial. Muitas indústrias e redes que são candidatos a clientes – assim os vejo todos.

Na volta, além de conhecer outra maravilha paulista – a produção de louças e cerâmicas em Porto Ferreira – paramos em Pirassununga, para um almoço no Beira Rio, bem ao lado da Cachoeira das Emas – que por sinal, estava bem carregada, e com um volume de água impressionante.

Cachoeira das Emas

Tudo isso, faz-nos ter muita esperança na pujança, no arrojo empresarial paulista e nesse tremendo potencial. Como brasileiro e professor universitário, resta-me a expectativa em nossos jovens. Uma boa mudança comportamental, ajudaria tremendamente a elevar esse potencial. Ver a vida de outra forma: com esperança, com fé e com muito esforço e trabalho. É disso que precisamos. E, para ‘trabalho’, não digo ‘emprego’, digo desenvolvimento, pessoal e profissional, com muito estudo e dedicação.

As coisas estão mudando. O emprego está mudando. Se você mudar também, aí sim, seu futuro poderá ser melhor. Se não, nem pra você, nem para os empresários que resistem às tecnologias. E não há muito tempo para pensar, não. A velocidade de tudo – inclusive das mudanças – é exponencial.

Mude já.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.