Profissões no futuro

Estou convicto de que, cada vez menos irá pesar no futuro dos jovens, a decisão antecipada a respeito de suas profissões.

Dedicar tempo, dinheiro e esforços em profissões que – dentro de pouco tempo – estarão extintas, é uma questão que MERECE REFLEXÃO. Eu sei, essa é uma das maiores dificuldades dos jovens:  refletir. Tudo ‘deve’ ser imediato.  Mas, hoje – e pensando em seus próprios futuros – é vital, parar um pouco e pensar sobre isso.

Infelizmente, o jovem não considera tais riscos. Quer curtir a praia, as baladas, o momento presente. Todavia, o futuro do emprego (para não dizer, do trabalho), é tenebroso. Cada vez menos trabalho, para o ser humano, e mais espaço mara os robos.

Sempre lembro que, nenhuma empresa paga salários, mas, compra seu trabalho. Os excessos de exigências de direitos trabalhistas, levou muitas indústrias a se diluirem, em vez de se concentrar, formando clusters – o que, em tese, facilitaria as produções. Assim foi con a indústria automobilística. Modernizar-se, também possibilitou a fuga dessa situação, embora tenha provocado uma drástica redução nos empregos.

A máquina substituindo mão-de-obra humana

Da medicina às demais indústrias, os robos estão substituindo mão-de-obra humana. Nos escritórios de Contabilidade, de Direito, a Inteligência Artificial (com o Watson da IBM, por exemplo), estão e estarão cada vez mais, substituindo o ser humano. Claro, não é a profissão que estará desaparecendo, mas as atividades repetitivas relacionadas a ela. Uma automatização de muitas atividades rotineiras. (veja o estudo citado no vídeo, OSBORNE, M., bem como um video interessante, comentando sobre a polêmica causada a respeito de algumas reportagens falando da extinção de profissões)

O instrumento revolucionário e salvador: salve-se, se quiser!

Mas, há salvação: a criatividade e o conhecimento, são insubstituíveis. Nesse caso, as profissões relacionadas a esses fatores (como o Marketing, claro), parecem estar longe dos riscos contundentes dos desempregos.  No mínimo, lhe possibilitará raciocinar e buscar saídas, uma vez que tenha conhecimentos e jogo de cintura.

Então, como garantir que, se você optou ou quer optar por uma profissão, ela – e você – estejam livres dos fatores de risco (como da obsolescência da profissão)?

Quanto mais conhecimento e capacidade de raciocínio você tiver, maiores serão suas chances. Estudar, assimilar culturas, ampliar horizontes, ler, ler, ler.

Aqui está o melhor recurso para garantir seu futuro. A revolucionária saída para garantir sobrevivência. (clique)

Ferramentas de aprendizagem

Há tempos venho aplicando recursos pedagógicos, buscando maior envolvimento das turmas dos Cursos Superiores de Tecnologia, principalmente, em Marketing – o qual coordeno.

Essa busca, vem de algumas constatações: 1. dificuldades do corpo discente, em acompanhar as aulas – quer por questões de aprendizados anteriores, quer por cansaço, uma vez que muitos trabalham, durante o dia; 2. faltavam recursos e estratégias, para envolver e motivar mais os jovens; 3. percebi uma forte necessidade de reverter a condição de um professor que ensina, para a condição de um professor que acompanhe a criação do aluno – ele (aluno) sendo o protagonista, não eu.

Uma outra preocupação muito presente, sempre foi a de não ‘baixar a guarda’, quando a questão é a qualidade do processo de trocas. Ceder, em nome da facilitação – pura e simples – não está em cogitação. O foco é: como melhorar o aprendizado. O futuro dos jovens – com todas as mazelas que se possam constatar – é uma grande responsabilidade.

Compartilhando as ferramentas (baixe os arquivos, ao final do texto)

Por isso – e ciente que o processo é contínuo – gostaria de aproveitar e compartilhar alguns recursos que estou aplicando para o curso de Marketing, nos módulos Marketing Holístico e em Comportamento do Consumidor.

Certamente, em cada caso, haverá necessidade de adequações. Mas, é um ponto de partida, que pode/deve ser adaptado, se quiserem.

A ideia é que os alunos envolvam-se com os conceitos e trabalhem com projetos. Os projetos proporcionam uma melhor noção de algo que dependa da contribuição de várias partes e etapas. Isso provoca um maior interesse de cada grupo, no conteúdo dos demais, visto que o todo só fará sentido, se as partes forem conhecidas.

As ‘ferramentas’ são bem simples, e, compreensíveis. Mas, caso haja necessidade, podemos esclarecer dúvidas. Então seguem anexos os arquivos que aplico, no momento.

20151026_203833RoteiroPBLMapa mentalDEFINIÇÃO DO PROBLEMAANÁLISE DE CENÁRIOSROTEIRO DE INSPIRAÇÃORoteiroPBLCapaRoteiro

 

CapaRoteiroRoteiroPBLROTEIRO DE INSPIRAÇÃOANÁLISE DE CENÁRIOSDEFINIÇÃO DO PROBLEMAMapa mentalRoteiroPBL