Independência acelerada

Finalmente tomam-se iniciativas para recuperar o belo Parque da Independência. Todas as segundas-feiras, eu e minha esposa, usufruímos desse belo lugar. É constante a visita de grupos de chineses passeando pelo local. Corta o coração, ver que a fonte esteja abandonada. Poderia ser mais uma (grandiosa) atração.

Agora, surge alguém que olha por isso e diz que irá recuperar dentro do conceito “acelera São Paulo”.

Eis que surge a esperança

Às segundas-feiras, no tempo que estou caminhando e aguardando por minha esposa, fiquei imaginando como contribuir com minha parte (muito pequena), para que esse Parque ficasse melhor. Diminuiu-se muito a quantidade de funcionários da limpeza. Então, resolvi ajudar aí: com o consentimento de funcionários do parque, pego o vassourão e varro a praça da trilha superior. É fato que há reclamações, em função da poeira. Uma pena, poderiam surgir outros voluntários que, além de curtir o parque, ajudassem a mantê-lo. Mas, assim é nosso país.

Bem, mais falando de esperança, nosso prefeito, visitando o Parque nesse dia da Independência, anunciou que, até o fim do ano tudo estará recuperado (exceto a parte do Museu, que não é responsabilidade da Prefeitura). Parabéns, senhor Doria. Irá provocar a ira de alguns inconformados – como aconteceu comigo ao varrer o asfalto do parque. Mas isso é assim. faz parte do processo.