E, se….

Vivemos momentos de transformações. A crise paralisa muitas pessoas, empresários, assustados pelos impactos econômicos. O empreendedorismo amador, não tem mais espaço nos mercados. Os modelos de negócios atuais, exigem camaleões em vez de caracóis. É preciso ser resiliente, flexibilizar sua produção e, principalmente, sua mente. Pegue a palavra CRISE, e tire o ‘S’.

Sei, não é só uma questão de alegoria, ou troca de letrinhas. É mudança, mesmo. Enquanto os mercados toleravam negócios amadorísticos – o que já aconteceu há algum tempo – tudo bem. Mas, hoje, consumidores mais exigentes e com muitas escolhas (opções) à sua disposição – além de concorrentes ferrenhos – isso já não tem mais lugar. Não bastasse isso, a CULTURA arraigada, que adormece mentes, gruda bundas em cadeiras e paralisa os acomodados (e corporativistas), atrapalham tremendamente as mudanças.

Mas, E SE você fizesse um esforço? É uma questão de sobrevivência. De sua empresa e SUA. Empresa nenhuma paga salário. Ela compra seus serviços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s